Baai Jong Baat Bo Jin - A Origem da Linha Central

Sáb, 07 de Julho de 2007 09:54 Administrador
Imprimir PDF

GM GeeO treinamento de Baai Jong Baat Bo Jin é único no sistema Hung Fa Yi Wing Chun uma vez que contém a tecnologia do conceito da luta com lança. Os criadores do Hung Fa Yi Wing Chun absorveram essa idéia e concentram-se na energia para á frente, assim criaram o conceito de linha central.

Nessa luz, o Baai Jong Baat Bo Jin pode ser datado com mais de 200 anos remontando ao nosso ancestral Hung Gun Biu da Sociedade Revolucionária Hung Gun, quando a experiência no campo de batalha envolvia o uso da lança.

De fato, o Hung Fa Yi Wing Chun pode diretamente explicar porque o Wing Chun tem o conceito de linha central, de onde ele vem, e qual a tecnologia de luta que ele contém.

 

O Hung Fa Yi Wing Chun tem uma história que data mais de 300 anos de volta à época da destruição do Mosteiro Shaolin do Sul. Durante esses anos de conturbação, quando a Dinastia Qing estava inda em sua infância, o Hung Fa Yi Wing Chun foi desenvolvido para contra atacar as habilidades dos soldados que lutavam sob o comando dos invasores estrangeiros. Os desenvolvedores do sistema eram tanto monges quanto soldados, todos eles tendo um extensivo conhecimento de combate. De fato, a habilidade marcial dos monges unida com a experiência em campos de batalha dos soldados Ming resultou em um dos mais vitais componentes do Sistema Wing Chun – chamado Baai Jong Baat Bo Jin.

 


O Baai Jong Baat Bo Jin (BJBBJ) é uma unidade que ensina o praticante como engajar com o oponente usando somente a energia para frente na “linha central”, onde o ataque pode vir de qualquer lugar em uma área de 360 graus que norteia o praticante. De fato, ataques contra a cabeça, os lados, o corpo, mesmo contra as pernas – todos eles encapsulados dentro do conceito de BJBBJ. Levando-se em conta toda a área que o BJBBJ pode cobrir, é compreensível assumir que o treinamento deve conter muitas técnicas e movimentos diferentes para relacionar com os necessários engajamentos – bem, não! A beleza do Hung Fa Yi Wing Chun é a eficiência – BJBBJ representa essa eficiência. De fato, existem 4 técnicas, 5 tipos de trabalho de pés e 8 métodos corporais para habilitar uma pessoa a defender-se de um ataque vindo de qualquer direção. O que ainda é mais interessante é pensar “de onde vem” o BJBBJ. No caso do Hung Fa Yi, essa unidade vem diretamente da experiência da luta com lança no campo de batalha. Isso é facilmente explicado.


Pense em uma luta, na qual duas pessoas estão armadas somente com uma lança. Será uma reação natural apontar a lança para o oponente, para furar o trespassá-lo com ela, manter a lança apontada para frente na frente do corpo, dessa forma não será fácil ser atingido pelo oponente e não balançar a arma deixando lacunas para que o oponente possa explorá-las. No Hung Fa Yi Wing Chun, as mãos não diferentes das lanças, e no BJBBJ, as mãos não agem de forma diferente de uma lança. As 4 técnicas do BJBBJ ilustram esse ponto, e são geralmente referidas como “ferramentas” do BJBBJ. Cada uma dessas ferramentas requer exame.

1 – Baai Jong
Como uma lança é apontada diretamente para o centro do inimigo, da mesma forma as mãos são apontadas para o oponente.


2 – Biu Jong
Como a lança é disparada para o centro do oponente, o Biu Jong é disparado contra o ataque do oponente, novamente na linha central.


3 – Ton Kiu
Pequenos movimentos circulares da lança são usados para “capturar” a arma do oponente – Ton Kiu não é diferente, capturando o braço do inimigo que realiza o ataque, novamente na linha central.


4 – Yat Da Wan Yuen
Assegurar que o oponente não poderá capturar a lança do praticante era uma questão de vida ou morte. O movimento defensivo da lança é novamente usado nos movimentos das mãos do BJBBJ para impedir que o oponente agarre ou prenda os braços do praticante, isso novamente ocorre na linha central.


Como visto, a teoria da linha central do Hung Fa Yi Wing Chun nasceu da luta com lanças. Movimentos desnecessários significariam morte certa, e isto certamente foi aperfeiçoado no Wing Chun. A linha central não é simplesmente a distância mais curta entre duas pessoas, ela é a “linha” mais importante que um praticante de Wing Chun nunca deve abandonar.

 

Fonte: Hung Fa Kwoon of Ireland
Traduzido: Por Marcelo A Santos

Última atualização em Dom, 17 de Janeiro de 2010 17:52